Com a assinatura do contrato, pelo valor de 450 milhões em 5 anos, entre o Agrupamento Temporário de Empresas – formado por AlmavivA, Almawave, Indra e PwC – e a Consip, o processo de digitalização da Administração Pública dará uma acelerada

Roma, 8 de agosto de 2017 – Foi assinado o contrato quadro relativo ao Sistema Público de Conectividade (SPC) Cloud Lote 4 entre o Agrupamento Temporário de Empresas (ATE) – formado pela AlmavivA, como mandatária, Almawave, Indra e PwC – e a Consip. O objetivo é a realização de portais e serviços online, por um valor de 450 milhões de euros em 5 anos.

O novo projeto concretiza a transformação digital do país: o desenvolvimento de websites e aplicativos web transforma e simplifica a comunicação entre cidadãos, empresas e Administrações Públicas, através de serviços inovadores habilitadores, fornecidos segundo um modelo de community cloud, acessíveis também em mobilidade, graças a um design mobile-first e ao desenvolvimento de aplicativos dedicados.

A combinação dos objetivos previstos pelos Lotes 4 e 5, este último dedicado à interoperabilidade, Open Data e Big Data e adjudicado ao mesmo Agrupamento Temporário de Empresas, favorece a implementação da Agenda Digital e o atingimento dos objetivos institucionais das Administrações Publicas, segundo as orientações definidas pela AgID, de acordo com a Estratégia Europa 2020.

O Sistema Público de Conectividade configura-se como marco nacional que define infraestruturas tecnológicas, regras e ferramentas para a digitalização da Administração Pública central e local, garantindo interoperabilidade e coordenação dos sistemas informativos. Propõe o desenvolvimento de serviços digitais centrados no cidadão, racionalizando tempos e custos, graças a procedimentos mais rápidos e eficientes.

Nesse âmbito, a adesão a contratos quadro garante elevados padrões de qualidade e uma economia, graças à redução dos custos unitários e dos serviços e dos custos administrativos para as licitações de cada Administração Pública, que não serão mais necessárias.

Além disso, o Sistema Público de Conectividade poderá contribuir à implementação dos objetivos ligados aos Programas Operacionais financiados pela União Europeia, propondo ferramentas e soluções que serão as bases da realização dos projetos.