Faturamento de 21,3 milhões de euros (+33% em relação a 2018, Cagr 2017-2019 24%), Ebitda de 6,2 milhões (+13% em relação a 2018, Cagr 2017-2019 23%) e lucro líquido de 2,3 milhões (+5% em relação a 2018, Cagr 2017-2019 33%): esses são os principais dados financeiros de 2019 da Almawave (Grupo AlmavivA). Operando principalmente na Itália e no Brasil, a empresa aposta agora em aumentar a eficiência dos processos corporativos, melhorar o relacionamento digital com os clientes e com os cidadãos e obter informações valiosas do gerenciamento de dados.

“Em 2019, ganhamos mais de 30 novos clientes na Itália e no exterior, especialmente nos setores de Finanças, Utility e Administração Pública central e local – sublinha Valeria Sandei, CEO da Almawave -. Nas últimas semanas, respondemos imediatamente às novas exigências da AP e das empresas, ampliando a operatividade de tecnologias avançadas que transformam em ativos corporativos os conteúdos das atividades e das interações digitais do homeworking e que ajudam a tornar a automação uma alavanca de serviço e qualidade”.

Continue lendo na sala de imprensa